Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Bri Divagando

Este foi o local que escolhi para as minhas divagações: banalidades da minha vida, dúvidas existenciais, literatura...ninguém é unidimensional e, por isso mesmo, aqui estou em 3D.

Bri Divagando

Este foi o local que escolhi para as minhas divagações: banalidades da minha vida, dúvidas existenciais, literatura...ninguém é unidimensional e, por isso mesmo, aqui estou em 3D.

05.Ago.17

Deixar o protagonismo

Bri

Dei por mim a pensar, coisa vulgar e banal, de como seria o mundo sem juízos de valor, sem críticas (não tão construtivas). E, de repente, lanço-me de garras afiadas à senhora do café que me atende sem olhar para mim, sem me dar os bons dias e sem me dar o protagonismo que exijo enquanto cliente...mas que gaita! (Atirei-me à senhora só mesmo na minha cabeça porque, de facto, continuo a ser o típico ser humano que faz uma novela mexicana e uma tempestade num copo de água sem mexer uma pálpebra - a senhora continua infeliz e mal disposta atrás do balcão a inquirir sem palavras o que a próxima vitima deseja). E sim, repito: mas que gaita...esta história de ser tão crítica com quem me atende começa a tornar-se maçadora...eu sei, lidar com o público não é fácil (been there, done that) mas serei eu a maior comichosa deste universo por ainda gostar de ouvir um "bom dia!", "o que deseja?". Porque a verdade é que comicho por dentro com a falta de delicadeza e de simpatia de tanto balcão por esse Portugal fora. E quem me conhece sabe que não me considero (nem de perto nem de longe) superior a ninguém...mas sim, gosto do meu protagonismo de cliente!

25d75b62ff63cd6af039c6f367805066.jpg

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.